Outubro Rosa e Novembro Azul | Previna-se

Outubro Rosa

O câncer de mama é o mais incidente em mulheres e a quinta causa de morte por câncer em geral. No Brasil e mundo, depois do câncer de pele, responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano.


O câncer de mama não tem uma causa única. Diversos fatores estão relacionados ao aumento do risco de desenvolver a doença, tais como: idade, fatores endócrinos/história reprodutiva, fatores comportamentais/ambientais e fatores genéticos/hereditários.

Mulheres mais velhas, sobretudo a partir dos 50 anos de idade, têm maior risco de desenvolver câncer de mama. O acúmulo de exposições ao longo da vida e as próprias alterações biológicas com o envelhecimento aumentam, de modo geral, esse risco.
 
PREVENÇÃO

Prevenir, é hoje a melhor opção. E quando se trata do câncer de mama, os fatores relacionados ao estilo de vida, como obesidade, pós-menopausa, sedentarismo, consumo excessivo de álcool e terapia de reposição hormonal, são hábitos modificáveis e que são aliados da prevenção. Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama.
 
AUTOEXAME DAS MAMAS

O autoexame deve ocorrer mensalmente, com o objetivo de verificar possíveis anormalidades.

1.      No espelho
Fique atenta a mudanças: Achatamentos, saliência, enrugamento, vermelhidão, aspereza e sensação de dureza nos seios.

2.      No Banho
Com um dos braços erguidos colocado por trás da cabeça, apalpe e pressione seus seios em busca de corpos estranhos. Por último, pressione os mamilos e verifique se eles expelem algum líquido vermelho ou coloração anormal.

3.      Deitada
Posicione uma de suas mãos sob a cabeça e com a parte interna dos dedos da outra mão, pressione gentilmente no sentido de fora para dentro, em formato espiral. Fique atenta a engrossamento do tecido e pequenas protuberâncias.

Novembro Azul

O câncer de próstata, é o resultado de uma multiplicação desordenada das células da próstata. Quando há presença de câncer, a glândula endurece. Na fase inicial, o câncer de próstata não tem sintomas. Em 95% dos casos, eles aparecem em estágio avançado.

Portanto, exames preventivos frequentes são fundamentais para que a doença não seja descoberta em estado avançado. Homens a partir dos 50 anos de idade (ou 45, se houver casos de câncer de próstata na família), devem procurar um urologista anualmente para realizar os exames preventivos.

A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, de forma e tamanho semelhantes a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais frequente em homens, após os tumores de pele. A doença pode demorar a se manifestar, exigindo exames preventivos constantes para não ser descoberta em estágio avançado e potencialmente fatal. Ela acontece quando as células deste órgão começam a se multiplicar de forma desordenada.

Fatores de Risco

• Idade (cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos)
• Histórico familiar
• Raça (maior incidência entre os negros)
• Alimentação inadequada, à base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos
• Sedentarismo
• Obesidade

Homens a partir dos 50 anos de idade (ou 45, se houver casos de câncer de próstata na família), devem procurar um urologista anualmente para realizar os exames preventivos.Com o diagnóstico precoce existem chances de cura em cerca de 90% dos casos.

Portanto, não deixe de procurar o seu médico urologista para discutir a prática e a realização da avaliação.

Cuide-se, e viva melhor.

Você vive, a gente cuida!
 
Fontes:  Inca (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva)

Instituto Lado a Lado pela Vida